quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

APRENDENDO FILOSOFIA


Introdução ao estudo


        Se há algo difícil ou quase impossível é aprender filosofia, primeiro porque, quase sempre quem se propõe a ensinar pouco conhece da mesma, devido a pouca formação de filósofos e conseqüente obrigatoriedade do ensino nas escolas de ensino médio, a tarefa de ensinar ficou por conta de professores de história, sacerdotes religiosos e outras disciplinas ligadas à filosofia. No ensino médio o problema é menor, pois aluno ainda não aprendeu a essência da verdadeira filosofia, todavia quando se trata de curso superior à coisa fica feia dado que o termo filosofia é usado em quase todo o curso dando certa noção do que seja a disciplina em si,


Por outro lado há uma verdadeira “máfia” de professores de filosofia que argumentam que a filosofia se ensinada para todos irá se tornar algo vulgar fazendo-a perder o status de rainha das ciências nivelando-se por baixo com as demais disciplinas. Em terceiro lugar há entre os próprios filósofos uma certa querela na interpretação de textos de caráter pedagógico e cada autor de livro faz sua própria divisão mudando os campos pedagógicos colocando esta ou aquela parte da filosofia num campo diferente do outro autor, Em suma. Filosofia não é difícil de aprender, difícil e filtrar as idéias que os filósofos têm da parte da disciplina.

Filosofia conceitual
1.     Conceito etmológico – Pitágoras – amante da sabedoria-conta à história que um dia alguém chamou Pitágoras de sábio tendo grande mestre da matemática respondido que ele quando muito era um filósofo, um amante, um curioso a respeito da sabedoria.
2.     Conceito de amante – a palavra amor apresenta três significados:
2.1.1.  eorsw = paixão, atração física, carnal.
2.1.2.  filos = amizade, sentimento fraternal.
2.1.3.  ágpe = dar-se, dar de si em favor do objeto amado.
2.2.          Conceitos de sabedoria:
2.2.1.   Como vida correta
2.2.2.  Como interpretação da vida
2.2.3.  Como busca de significado
2.2.4.  Como pesquisa diligente da verdade
3.     Conceito didático “É uma reflexão, radical, rigorosa e de conjunto sobre os problemas que a realidade apresenta” - Demervel Savian.
3.1.          Corolários deste conceito:
3.1.1.   Reflexão – há três sentidos para o termo reflexão
3.1.1.1.        Begenung - da língua germânica que quer dizer “debruçar-se sobre”
3.1.1.2.      Re-flexão – segundo Paul Recouer é “ver-se duplamente”
3.1.1.3.      Rerflexioni – Tomás de Aquino definia como “volta sobre o pesquisado”.
Como busca de uma nova realidade.
3.2.          Radical – busca nas origens de forma impessoal e até mesmo científica
3.3.         Rigorosa – a verdade acima de tudo
3.4.         Do conjunto – visão global do objeto da pesquisa eliminando aporias e cingindo-se as verdades.
4.     Plano tridimensional do conceito de filosofia
4.1.          1º plano – busca radical do conceito
4.2.         2º plano – busca refletiva – tentativa de encontro com o objeto da pesquisa
4.3.         3º plano – busca transcendental do conceito- encontro da pesquisa com o ser filosófico.
 
Importância da filosofia
1.     “O rei está nu" – filosofia é a criança que em sua sinceridade revela a verdade encoberta pelos preconceitos e tradições dos adultos.
2.     Reproduzir Marias e não Martas ( do evangelho = humildade)
3.     Responder a pergunta: Quem é você? E Quem sou eu?
3.,1. Resposta holística ( Tellhard Chardin) – o homem confundido com a natureza
3.2. Resposta humanística ( o centro da humanidade = existencialismo)
3.3. Resposta a Sofia:
3.3.1.azul = excessiva consciência de si – Sören Kierkegaard
3.3.2. vermelho = exagerada consciência do outro – Marx
3.4. O homem se perde na História – Hegel

CONTINUA DEPOIS....

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário